Incertezas da vida

Momentos de angústia.

De acordo com os padrões atuais em Portugal, terminado o ensino secundário, os jovens devem ingressar no ensino superior, conseguir um “canudo” e começar a trabalhar.

Infelizmente, o sistema de ensino neste país está, a meu ver, muito mal estruturado. A forma rígida como os conhecimentos são despejados e a excessiva carga horária com que os alunos são premiados impossibilita-os de terem novas experiências profissionais. Eu sinto que não tenho maturidade suficiente para, aos 18 anos, decidir o que, supostamente, irei fazer para o resto da vida. Eu sei que isto não se constitui como uma regra, mas certo é que se eu tirar, por exemplo, economia e ao ser confrontado com o mercado de trabalho concluir que o que eu pretendo mesmo fazer é montar aviões, irei estar em absoluta desvantagem para aquelas pessoas que já o tinham percebido e portanto já têm formação para tal.

O que pretendo dizer é que o próprio sistema de ensino deveria fornecer aos jovens experiências várias que lhes permitissem experienciar novas áreas para assim poderem estar mais bem preparados para tomarem uma decisão tão importante como é a escolha do curso superior.

No meu caso, estou indeciso entre engenharia aeroespacial ou engenharia eletrotécnica e de computadores, ambas no IST, mas não sei como decidir. Sinto-me angustiado porque vejo o tempo de candidatura a escassear e a dúvida a persistir… Como vou resolver este problema? Para já ainda não sei, mas espero até dia 9 de agosto ter uma resposta.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s